NOTÍCIAS | ERA DIGITAL
Terça-Feira, 12 de Novembro de 2019, 11h:37
Brasil mergulha no cooperativismo de plataforma dos EUA
Os brasileiros buscam estudar o modelo para implementa-lo no país

Sistema OCB
Brasília / DF
noticias@ocbmt.coop.br

Sistema OCB

Brasil mergulha no cooperativismo de plataforma dos EUA

Os brasileiros buscam estudar o modelo para implementa-lo no país

 

Representantes do cooperativismo brasileiro estão nos Estados Unidos para compreender um pouco mais sobre o funcionamento das cooperativas de plataforma – um mercado pouco explorado aqui no Brasil. Lá, são cada vez mais comuns as cooperativas que prestam serviços diversos a partir de um aplicativo. É possível ter profissionais que levem seu cachorro para passear, manicure, limpeza doméstica, transporte de documentos e até quem se encarregue de fazer compras para os clientes.

Os brasileiros buscam estudar o modelo para implementa-lo no país e, como exemplos de caso de sucesso, conheceram a atuação de duas cooperativas: a Up&Go e a Savvy. Essa é uma das diretrizes estabelecidas durante o 14º Congresso do Cooperativismo, realizado em maio deste ano, em Brasília.

A missão Coonecta teve uma programação em Nova York, que começou no dia 4 e foi até o dia 9 deste mês, com um roteiro pensado exclusivamente para cooperativistas. A ideia foi oferecer reuniões e visitas técnicas com cooperativas que já atuam com essa base tecnológica. Além disso, os brasileiros também participarão da Conferência Internacional de Cooperativismo de Plataforma, realizado num dos centros comerciais mais importantes do mundo. 

REPENSAR

Para a coordenadora de Inovação do Sistema OCB, Samara Araújo, que participa da missão, o futuro é digital e o crescimento das plataformas tem deixado o mundo na mão de poucos. Segundo ela o cooperativismo de plataforma é bem importante, pois torna necessário repensar o modelo de negócios, considerando as tendências de consumo baseado em aplicativos, por exemplo.

Para ela, dúvidas sobre como democratizar as plataformas, permitindo que ela tenha vários donos e, ainda, como transformar as cooperativas existentes em negócios presentes no mundo digital, são questões fundamentais que merecem uma reflexão profunda, para que as cooperativas mantenham sua relevância no futuro.

“Realizando visitas e participamos de uma das mais importantes conferências sobre o assunto para aprendermos com as iniciativas que já existem e, assim, levarmos aprendizados para o Brasil, fomentando, cada vez mais essa nova forma de fazer negócios”, explica a coordenadora. 

LIVRO

Especialista nesse novo jeito de oferecer produtos e prestar serviços, o professor americano Trebor Scholz escreveu o livro Cooperativismo de Plataforma, já traduzido para o português. O material é reúne informações importantes para quem quer conhecer melhor essa modalidade. Para acessar a versão digital, basta clicar aqui. https://rosaluxspba.org/wp-content/uploads/2017/03/cooperativismo-de-plataforma_web_simples.pdf

 

ECONOMIA DIGITAL

Recentemente, o presidente da Aliança Cooperativa Internacional, Ariel Guarco, se pronunciou sobre a necessidade de as cooperativas aderirem à era da economia digital. “As primeiras cooperativas lá em 1844 foram uma resposta à Revolução Industrial. Hoje, vivemos uma encruzilhada similar: a transformação digital está mudando nossas vidas, nosso futuro. As cooperativas precisam mostrar que há uma nova forma de construir essa economia digital. Devemos mostrar que é possível construir economia digital com raízes, a serviço das pessoas”, frisou a liderança.

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO




OCB/MT - Sindicato e Organização das Cooperativas Brasileiras no Estado de Mato Grosso
SESCOOP/MT - Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo no Estado de Mato Grosso
I.COOP - Faculdade do Cooperativismo





Logo

Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet